Javascript must be enabled to use all features of this site and to avoid misfunctions
Ancara vs. Yerevan - Size Explorer - Compare o mundo
HOME
Selecione a categoria:
Cidades
Selecione a categoria
NEW
Cidade 1

Cidade 2

Localização Ancara Yerevan

Publicidade

Cancelar

Pesquisar em
Cidade 1

Cidade 2

Ranking
Jogue

Casa
Pesquisa
Conta
Ancara
Yerevan

Publicidade

Rating

Ancara vs Yerevan

Ancara
Yerevan
Alterar

Ancara
Estado
PaísTurkey
Capital
População 0
Código postal

Informações

Ancara (em turco: Ankara, pronunciado: [ˈaŋkaɾa] (escutar )) anteriormente conhecida como Ancira e Angora, é a capital da Turquia, localizada na Anatólia Central. Com uma população de 4 587 558 no centro urbano (2014) e 5 150 072 em sua província (2015), é a segunda maior cidade do país, atrás apenas de Istambul. Ancara foi a sede de Atatürk desde 1920 e tem sido a capital da República da Turquia desde a sua fundação, em 1923, substituindo Istambul após a queda do Império Otomano. O governo é um empregador importante, mas Ancara é também um importante centro comercial e industrial, localizado em um eixo rodoviário e ferroviário. O nome da cidade vem da lã de angorá. A área também é conhecida por suas peras, mel e uvas moscatel. Apesar de estar situada em um dos lugares mais secos da Turquia e rodeada principalmente por vegetação de estepe, exceto para as áreas de floresta na periferia do sul, Ancara pode ser considerada uma "cidade verde" em termos de áreas verdes por habitante, que é de 72 m² per capita.A capital turca é uma cidade muito antiga, com vários sítios arqueológicos hititas, frígios, helenísticos, romanos, bizantinos e otomanos. O centro histórico da cidade é um monte rochoso que sobe a 150 metros sobre a margem esquerda do Ankara Çayı, um afluente do rio Sakarya. A colina permanece coroada pelas ruínas da antiga cidadela. Ainda há exemplos bem preservados da arquitetura otomana e romana em toda a cidade, sendo o mais notável sendo o Monumento de Ancira, construído entre os anos 34 a.C. e 20 d.C.

Fonte: Wikipedia
Alterar

Yerevan
Estado
PaísArmenia
Capital
População 0
Código postal

Informações

Erevã, Erevan, Ierevan ou Ierevã (em arménio: Երեւան; romaniz.: Erevan; [jɛɾɛˈvɑn] ) é a capital e maior cidade da Armênia, além de uma das cidades mais antigas continuamente habitadas do mundo. Localizada ao longo do rio Hrazdan, Erevã é o centro administrativo, cultural, e industrial do país. É a capital desde 1918, a décima terceira da história da Armênia, e a sétima localizada dentro ou em volta da planície de Ararate. A história de Erevã remonta-se ao século VIII a.C., com a fundação da fortaleza de Erebuni em 782 a.C., no reinado de Argisti I, no extremo oeste da planície de Ararate. Erebuni foi descrita como um "grande centro religioso e administrativo, uma capital inteiramente real." De 1736 a 1828, durante o domínio iraniano sobre a Armênia Oriental, foi o centro do canato de Erevã. Em 1828, tornou-se parte do Império Russo, junto com o resto da Armênia Oriental, após a Guerra russo-persa de 1826–1828. Após a Primeira Guerra Mundial, Erevã tornou-se a capital da Primeira República da Armênia após o influxo de milhares de sobreviventes do genocídio armênio no Império Otomano. A cidade teve uma rápida expansão no decorrer do século XX, parte da história na qual a Armênia fazia parte da União Soviética. De uma cidade provincial do Império Russo, em poucas décadas, Erevã transformou-se no principal centro cultural, artístico e industrial da Armênia, bem como a sede do governo nacional. Com o crescimento da economia do país, Erevã vem experimentando uma grande transformação, com muitas partes da cidade recebendo novas construções e empreendimentos desde o início da década de 2000, com a multiplicação de outlets, restaurantes, mercados e cafés, que eram raros no período soviético. A população oficial de Erevã é de 1 060 138 habitantes (2011), cerca de 35% da população total do país. Segundo a estimativa oficial para 2016, a população atual da cidade é de 1 073 700 habitantes.Erevã foi nomeada a Capital Mundial do Livro de 2012 pela UNESCO.

Fonte: Wikipedia